(21) 4107-6614 / 3197-6445 / 96966-2023

Baixar PDF

A nova alteração na legislação de trânsito brasileira:

           A Lei 9503/97 - Código de Trânsito Brasileiro - prevê, dentre outras disposições, as infrações de natureza administrativa (infrações de trânsito) e as infrações de natureza penal (crimes de trânsito).

           Infração de trânsito é a inobservância dos preceitos administrativos de regulação do trânsito previstos no CTB, na legislação complementar ou em resoluções do CONTRAN, sendo o infrator sujeito a penalidades e medidas administrativas.

           De acordo com a Resolução nº 136/2002 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), os valores e pontuações para os quatro tipos de infrações são:

LEVE: multa de R$ 53,20 e perda de 03(três) pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
MÉDIA: multa de R$ 85,13 e perda de 04(quatro) pontos na CNH;
GRAVE: multa de R$ 127,69 e 05(cinco) pontos na CNH;
GRAVÍSSIMA: multa de R$ 191,54 e 07(sete) pontos na CNH.

           No mês de Maio de 2014, novas mudanças foram inseridas no CTB, pela Lei Federal nº 12.971/14, (Diário Oficial da União de 09/05/2014) que, a partir de 01/11/2014, entrará em vigência.

           A novidade é que a partir de 01/11/2014, entrará em vigor a Lei Federal nº 12.791/2014, sendo realizada a 21ª alteração do Código de Trânsito Brasileiro, aumentando o rol das infrações de 13 para 14 mandatórias e o valor da penalidade de multa, ou seja, a sanção pecuniária, acrescido de forma significativa, referente às 06(seis) infrações de trânsito.

           A Lei Federal n° 12.971/2014 pode ser dividida em duas partes:
• Na primeira delas, altera 06(seis) infrações de trânsito;
• Na segunda parte, modifica alguns artigos que tratam sobre crimes previstos no CTB.

           É importante informar aos motoristas sobre a alteração da legislação de trânsito brasileira em 06(seis) infrações administrativas, cuja Lei Federal nº 12971/14 aumenta o valor referente à penalidade de multa que deverá ser paga pelo condutor que cometer tais infrações de trânsito e acresce a penalidade de suspensão do direito de dirigir em caso de cometimento da infração do art.191 do CTB.

• Disputar corrida (art. 173);
• Promover ou participar de competição de perícia em manobra de veículo sem permissão (art. 174);
• Utilizar de veículo para demonstrar manobra perigosa (art. 175);
• Forçar passagem entre veículos que transitam em sentidos opostos (art. 191);
• Ultrapassar outro veículo em locais impróprios (art. 202);
• Ultrapassar outro veículo pela contramão em locais impróprios (art. 203).

           Insta mencionar as principais mudanças que ocorrerão (a ordem segue, tão somente, a sequência com que tais informações aparecem na nova regulamentação) a partir do dia 01 de Novembro de 2014 na legislação de trânsito brasileira:

           ALTERAÇÕES DO CTB – Lei 12.971 de 12 de maio de 2014.
Altera os arts. 173, 174, 175, 191, 202, 203- infração -, 292, 302, 303, 306 e 308 - crime - da Lei no 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para dispor sobre sanções administrativas e crimes de trânsito.


Quais são as mudanças, NA PRÁTICA?

MUDANÇA 1:
ANTES:
Art.173 - Disputar corrida por espírito de emulação:

Infração - gravíssima;
Penalidade - multa (três vezes)= R$ 574,60, suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo;
Medida administrativa - recolhimento do documento de habilitação e remoção do veículo.
DEPOIS: Art.173 - Disputar corrida:

Infração - gravíssima;
Penalidade - multa (dez vezes)=R$ 1.915,40, suspensão do direito de dirigir (de 02(dois) a 07(sete) meses);
Medida administrativa - recolhimento do documento de habilitação e remoção do veículo.

Parágrafo único. Aplica-se em dobro a multa - R$ 3.830,80 - prevista no caput em caso de reincidência no período de 12 (doze) meses da infração anterior.
           Salienta-se que, em havendo reincidência 02 (duas) vezes pela mesma infração no período de até 12(doze) meses, o valor da multa é de R$ 7.661,60.
MUDANÇA 2:
ANTES:
Art. 174. Promover, na via, competição esportiva, eventos organizados, exibição e demonstração de perícia em manobra de veículo, ou deles participar, como condutor, sem permissão da autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via:

Infração - gravíssima; Penalidade - multa (cinco vezes)=R$ 957,70, suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo;

Medida administrativa - recolhimento do documento de habilitação e remoção do veículo. Parágrafo único. As penalidades são aplicáveis aos promotores e aos condutores participantes.
DEPOIS:
Art. 174 Promover, na via, competição, eventos organizados, exibição e demonstração de perícia em manobra de veículo, ou deles participar, como condutor, sem permissão da autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via:

Infração - gravíssima;
Penalidade - multa (dez vezes)=R$ 1.915,40, suspensão do direito de dirigir (entre 04(quatro) e 12(doze) meses) e apreensão do veículo; Medida administrativa - recolhimento do documento de habilitação e remoção do veículo.

§ 1º - As penalidades são aplicáveis aos promotores e aos condutores participantes. § 2º - Aplica-se em dobro a multa - R$ 3.830,40 - prevista no caput em caso de reincidência no período de 12 (doze) meses da infração anterior.
          Salienta-se que, em havendo reincidência 02 (duas) vezes pela mesma infração no período de até 12(doze) meses, o valor da multa é de R$ 7.661,60.
MUDANÇA 3:
ANTES:
Art. 175 - Utilizar-se de veículo para, em via pública, demonstrar ou exibir manobra perigosa, arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou arrastamento de pneus:

Infração - gravíssima;
Penalidade - multa = R$ 191,54, suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo;
Medida administrativa - recolhimento do documento de habilitação e remoção do veículo.
DEPOIS:
Art. 175 - Utilizar-se de veículo para --- demonstrar ou exibir manobra perigosa, mediante arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou arrastamento de pneus:

Infração - gravíssima;
Penalidade - multa (dez vezes) = R$ 1.915,40, suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo;
Medida administrativa - recolhimento do documento de habilitação e remoção do veículo.

Parágrafo único. Aplica-se em dobro a multa - R$ 3.830,80 - prevista no caput em caso de reincidência no período de 12 (doze) meses da infração anterior.
          Salienta-se que, em havendo reincidência 02 (duas) vezes pela mesma infração no período de até 12(doze) meses, o valor da multa é de R$ 7661,60.
MUDANÇA 4:
ANTES:
Art. 191 - Forçar passagem entre veículos que, transitando em sentidos opostos, estejam na iminência de passar um pelo outro ao realizar operação de ultrapassagem:

Infração - gravíssima;
Penalidade - multa = R$ 191,54
DEPOIS:
Art. 191 - Forçar passagem entre veículos que, transitando em sentidos opostos, estejam na iminência de passar um pelo outro ao realizar operação de ultrapassagem:

Infração - gravíssima;
Penalidade - multa (dez vezes)= R$ 1.915,40 e suspensão do direito de dirigir ( aguardar o prazo)

Parágrafo único. Aplica-se em dobro a multa - R$ 3.830,80 - prevista no caput em caso de reincidência no período de até 12 (doze) meses da infração anterior.
          Salienta-se que, em havendo reincidência 02 (duas) vezes pela mesma infração no período de até 12(doze) meses, o valor da multa é de R$ 7661,60.
MUDANÇA 5:
ANTES:
Art. 202 - Ultrapassar outro veículo:
I- pelo acostamento;
II - em interseções e passagens de nível;

Infração - grave;
Penalidade - multa = R$ 127,65
DEPOIS:
Art. 202 - Ultrapassar outro veículo:
I - pelo acostamento;
II - em interseções e passagens de nível;

Infraçãogravíssima= R$ 191,54;
Penalidade - multa (cinco vezes)=R$ 957,70.
MUDANÇA 6:
ANTES:
Art. 203. Ultrapassar pela contramão outro veículo:
I - nas curvas, aclives e declives, sem visibilidade suficiente;
II - nas faixas de pedestre;
III - nas pontes, viadutos ou túneis;
IV - parado em fila junto a sinais luminosos, porteiras, cancelas, cruzamentos ou qualquer outro impedimento à livre circulação;
V - onde houver marcação viária longitudinal de divisão de fluxos opostos do tipo linha dupla contínua ou simples contínua amarela:
Infração - gravíssima;
Penalidade - multa = R$ 191,54
DEPOIS:
Art. 203. Ultrapassar pela contramão outro veículo:
I - nas curvas, aclives e declives, sem visibilidade suficiente;
II - nas faixas de pedestre;
III - nas pontes, viadutos ou túneis;
IV - parado em fila junto a sinais luminosos, porteiras, cancelas, cruzamentos ou qualquer outro impedimento à livre circulação;
V - onde houver marcação viária longitudinal de divisão de fluxos opostos do tipo linha dupla contínua ou simples contínua amarela:

Infração - gravíssima;
Penalidade - multa (cinco vezes) = R$ 957,70
Parágrafo único. Aplica-se em dobro a multa - R$ 1.915,40 - prevista no caput em caso de reincidência no período de até 12 (doze) meses da infração anterior.
          Salienta-se que, em havendo reincidência 02 (duas) vezes pela mesma infração no período de até 12(doze) meses, o valor da multa é de R$ 3.830,80.

           Atualmente, são consideradas infrações mandatórias – ou seja, àquelas que por si só ensejam a penalidade de suspensão do exercício do direito de dirigir - , de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, com seus respectivos artigos:

1 - efetuar manobra perigosa (art. 175);
- dirigir moto sem capacete (art. 244, incs. I, II, III, IV, V);
- transpor bloqueio policial (art. 210);
- dirigir ameaçando pedestres (art. 170);
Infrações punidas com 01(um) a 03(três) meses de suspensão do direito de dirigir de acordo com a Resolução 182/2005 do CONTRAN;

2 - dirigir com velocidade superior a 50% da permitida (art. 218, inc. III);
- disputar corrida em via pública (art. 173);
Infrações punidas com a suspensão do direito de dirigir de 02(dois) a 07(sete) meses conforme a Resolução 182/2005 do CONTRAN;

3 - participar de competição esportiva em via pública (art. 174);
- omitir-se de socorrer vítima (art. 176);
Infrações punidas com a suspensão do direito de dirigir entre 04(quatro) e 12(doze) meses – Resolução 182/2005 do CONTRAN;

4 - Dirigir sob a influência de álcool (Lei 12.760, de 20/12/2012) - suspensão do direito de dirigir pelo período de 12 (doze) meses.

           A partir de 01/11/14, a infração do art.191 do CTB será incluída no rol das mandatórias, totalizando 14 infrações que por si só ensejam a penalidade de suspensão do exercício do direito de dirigir - PSDD - mediante a instauração de processo administrativo.